quarta-feira, 17 de março de 2010

Ecologia: Reserva ecológica de Barba Negra é criada às margens da Lagoa dos Patos


(Foto: Jornal Zero Hora Online - 17.03.2010)

Uma ótima notícia para os gaúchos foi dada nesta semana com a criação, às margens da Lagoa dos Patos, da Reserva Ecológica estadual Fazenda Barba Negra, a primeira em área de uma empresa privada no Rio Grande do Sul.

A empresa CMPC Celulose Riograndense tomou a iniciativa de encaminhar a criação de uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) em parte da fazenda Barba Negra, em Barra do Ribeiro (RS), com 10,6 mil hectares e a 40 Km de Porto Alegre. Destes, 2,4 mil hectares serão ocupados pela reserva, voltada para atividades controladas como educação ambiental e pesquisas.

Desde 1998 a área já estava na mira dos ambientalistas, especialmente de José Lutzenberger, então à frente da Fundação Gaia, sendo suas belas margens bem conhecidas por aqueles que navegam pela Lagoa dos Patos e o Rio Guaíba.

As RPPN´s, ou Reservas Particulares do Patrimônio Natural, são criadas por iniciativa privada a partir de um acordo entre os proprietários da área que assumem o compromisso de conservá-la em caráter perpétuo, mesmo em caso de venda da propriedade. A compensação se dá com a isenção do Imposto Territorial Rural - IPTR.

No caso da Fazenda Barba Negra a reserva poderá ser utilizada para pesquisa científica, ecoturismo e educação ambiental. Ressalta-se pela importância histórica pois sedia construções do século XVIII - um casarão colonial e uma capela - tendo sido também cenário de uma das batalhas entre gaúchos e imperiais durante a Revolução Farroupilha.

No aspecto ambiental ali estão inseridos em meio à mata nativa original animais ameaçados de extinção como o tamanduá-mirim e a lontra, além de várias espécies de aves raras como pato-do-mato, matracão, petrim e azulinho.

Segundo informado à imprensa a visitação por meio de trilhas ecológicas poderá ser agendada com a equipe de educação ambiental da CPMC, fone (51) 2139-7397.

(Foto: Cristiano Dalcin - Canal Rural)

6 comentários:

  1. eu gostei mais nenhuma dessas informações diz onde esta situado exatamente a reserva

    ResponderExcluir
  2. Esta foto que vejo ai,acho que não é a ilha do barba Negra mas sim o morro da formiga,abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Anônimo, respeitando a fonte, é o que foi informado pelos autores das imagens. Abraço!

      Excluir
  3. Boa noite João!
    Será que consigo autorização para ir lá (de carro)conhecer as falésias que localizam-se naquele local, pois como não possuo embarcação, dificilmente poderei conhecer aquele belo local se não obter licença junto a CPMC.
    Forte abraço e belo trabalho!

    ResponderExcluir
  4. Quando o sistema ecológico dos banhados e matas nativas, foram destruídos por máquinas pesadas de empresas que drenaram e limparam a área, sob contrato com a antiga Borregar e com anuência do Estado na época, para plantarem eucalipto, nesta época os ecologistas não viam nada eram cegos por interesses. Hoje também divulgam por interesses. Sabe-se que o que está preservado, não é nada perto do que foi destruído. Sabe-se (Quem reside em Barra do Ribeiro), que foi feito um extermínio da flora e fauna para dar lugar a exploração florestal (Que geraria riquezas para os gringos). Bioma sim foi o que foi destruído, por isto digo que a reserva que tem hoje não é nada perto do que foi destruído. Hoje, eu que me criei nesta região, sou proibido (Como os demais moradores de Barra do Ribeiro)de visitar a fazenda Barba Negra. Na verdade, para quem entende de Meio Ambiente, nunca poderia ter sido feito o que foi feito, destruição de parte de nossa vida para dar lucro a poucos. Temos em Barra do Ribeiro e no Estado muitas áreas de coxilhas peladas sem matas nem banhados e pouco ou nada exploradas que poderiam ter sido utilizadas para plantar eucalipto.
    Na área da Barba Negra, após cada corte de eucalipto, a cada talhão, deveria ser plantado mata nativa e sim deixar toda a área para reserva em benefício da humanidade. Vocês aí que estão pintando de que estão pintando de bons samaritanos com pequenas reservas, vão ter vergonha e devolvam o BIOMA que existia antes de ser destruído pela Borregar. Este assunto não termina aqui.

    ResponderExcluir