segunda-feira, 25 de abril de 2011

Sacha Haim é Hexacampeão do Festival Internacional de Balonismo de Torres


O piloto paulista Sacha Haim, no balão azul - cesto  nº 2, venceu pela 8ª vez o Festival Internacional de Balonismo de Torres, consagrando-se praticamente como um ícone do evento.

Sacha Haim foi campeão seguido por cinco anos, a primeira vez em 2001, que bateu recorde de inscritos (45) e de público com uma estimativa de 200 mil visitantes.

Confiram a classificação final do festival:

1º - Sacha Haim – 4.509
2º - Rubens Kalousdian – 4.421
3º - Jonhny Alvarez – 4.016
4º - Luís Consiglio – 3.994
5º - Fábio Passos – 3.848
6º - Alexandre Giglio – 3.795
7º - Olivier Devillas – 3.691
8º - Ronaldo de Carvalho – 3.677
9º - Peter Vizzard (campeão mundial de 2010) – 3.666
10º - Javier Barozza – 3.520

Para 2012 a 24ª edição do Festival acontecerá de 27 de abril a 1º de maio, prometendo ser um evento ainda maior do deste ano, sendo que só existem outros dois eventos similares no mundo: nos Estados Unidos, em Albuquerque, estado do Novo México, e na Suíça, em Chateau D’Ouex.

O balão nº 2 de Sacha Haim bem ao alto da imagem.

Ao entardecer do domingo os pilotos decolaram de diferentes pontos da cidade de Torres para um vôo geral de demonstração e fechamento do festival internacional.

A bela iniciativa permitiu a integração de pilotos e aeronaves com o público que pode assistir bem de perto balões coloridos de diversas partes do mundo decolando ao lado de sua casa, encerrando com chave de ouro mais uma edição deste clássico evento.

Confiram aqui as últimas imagens dos balões na praia de Torres/RS e até a edição de 2012!







PARA SABER MAIS:

domingo, 24 de abril de 2011

Balonismo: Edeson Busch vence a grande Prova da Chave


No sábado, terceiro dia do Festival Internacional de Balonismo de Torres, chuvas torrenciais obrigaram o cancelamento de todas as provas do dia, permanecendo confirmadas apenas algumas das atrações paralelas.

Todavia neste domingo o dia raiou límpido e cristalino e às 7h00 eu já estava no Parque do Balonismo para conferir a Prova da Chave, ou do Mastro, a mais empolgante do festival.

Nesta prova os balões decolam a 3 km de um mastro onde está pendurada a chave de um carro. O piloto que conseguir pegar esta chave sem tocar o solo com o balão leva o prêmio. Para se ter uma idéia as chances de sucesso são de 1 para 100 e exigem uma perícia excepcional por parte dos balonistas.Em 23 edições do festival apenas 5 pilotos realizaram a façanha.

Pois nesta manhã tive o privilégio de conferir a grande comemoração do quinto deles, o piloto curitibano Edeson Luis Busch, estreante neste evento e que arrebatou o principal prêmio do evento com grande empolgação do público presente.

Vejam Edeson no instante em que conquistava o prêmio mais cobiçado da competição!





Em função do cancelamento das programação de ontem devido à chuva, junto com a Prova da Chave foi realizada também a Prova Fly In, na qual os balões também decolam distantes do parque e precisam jogar um pequeno peso, sua marca, dentro de um alvo pré-designado. No caso de hoje a marca era exatamente o mesmo mastro onde estava pendurada a chave do carro, sendo as duas provas realizadas conjuntamente.

Vejam aí as imagens desta belíssima manhã da Páscoa no Parque do Balonismo de Torres.



 
Abaixo os balões que decolaram a 3 Km de distância se aproximam do alvo onde devem jogar suas marcas na prova Fly In. No centro da mesma está também o mastro com a chave do principal prêmio do torneio. Em função do mau tempo de ontem as duas provas foram realizadas conjuntamente.






Um dos pilotos franceses apresentou uma grande demonstração de perícia e carisma junto ao público quando fez seu cesto passar em câmara lenta sobre as arquibancadas, permitindo que as pessoas tocassem no balão.



Abaixo o suíço Peter Blaser, que decolou seu balão a 3 Km de distância, no exato momento em que larga sua marca no centro do alvo da prova Fly In.



O balão-raposa do carioca Bruno Schwartz plana a centímetros do chão em direção ao alvo da prova de Fly In. Se a aeronave tocar no chão o piloto é desclassificado.







sábado, 23 de abril de 2011

Balonismo: Esquadrilha da Fumaça faz grande show em Torres


O segundo dia do 23º Festival de Balonismo de Torres abriu com os melhores auspícios de São Pedro, novamente com céu límpido e claro, permitindo a realização da primeira prova do dia as 7h00.

Pela tarde o tempo começou a nublar um pouco, o que não prejudicou em nada a maior atração paralela do festival: a apresentação inesquecível da Esquadrilha da Fumaça, da Força Aérea Brasileira, que esteve pela primeira e última vez em Torres em 1996.

Já durante a manhã os sete aviões da Esquadrilha sobrevoaram a cidade e a orla marítima de Torres, fazendo a alegria dos visitantes que estavam curtindo o mar e já convidando para o verdadeiro show que começou pontualmente as 15h30 sobre os céus de Torres,

Eu nunca tinha assistido uma apresentação da Esquadrilha, que reúne alguns dos melhores pilotos da Força Aérea Brasileira que nos seus aviões Tucano proporcionaram uma apresentação verdadeiramente emocianante para quem assistiu.






A Esquadrilha utiliza aviões T-27 Tucano, fabricados pela EMBRAER e considerados o que há de mais avançado no mundo em aeronaves de treinamento.








E um imenso coração fechou a apresentação em Torres...


Com o tempo fechando e trovoadas no horizonte a prova do final da tarde foi suspensa e antecipada a exibição de Night Glow, quando os balões ancorados no solo são iluminados internamente pelos seus maçaricos, sempre um dos programas preferidos do público nos festivais de Torres.

Balonismo: Público lota festival internacional em Torres!


Nas competições de balonismo a prova da Caça a Raposa consiste na decolagem de um balão solitário e, passados dez minutos partem os demais que devem persegui-lo. Aquele que pousar o mais perto do possível da "raposa" será o vencedor.

Parece fácil, não? Mas lembre que um balão não tem leme, volante ou direção...

Pois na tarde de ontem, depois que o sol e um céu azul de brigadeiro deram lugar à chuva forte das primeiras horas da manhã, o público lotou completamente o Parque de Balonismo de Torres/RS para assistir a prova da caça a raposa.

No caso a "raposa" foi o balão conduzido uma jovem balonista brasileira...
 


 
Os cinco primeiros na prova foram: 1º lugar está Rubens Kalousdian, com mil pontos; seguido por Ronaldo Morales, com 995 pontos; Fábio Passos com 992; Ademir Brolacci com 988 e Peter Vizzard com 982 pontos.

Confiram aqui algumas imagens da prova realizada num belíssimo entardecer de outono.