domingo, 10 de maio de 2009

Náutica: Velejando de Porto Alegre a Tapes



A Regata-Cruzeiro Porto Alegre-Tapes, retrilhando a antiga Rota do Arroz, chega com sucesso à sua terceira edição após resgatada por um grupo de velejadores pouco tempo atrás.

A largada se dá numa sexta-feira marcada por um daqueles crepúsculos magníficos que só o porto-alegrense da gema sabe o que significa. São mais de 60 milhas náuticas no trajeto POA-Tapes em dois dias de navegação parcial, incluindo um já clássico pernoite na Praia do Sítio, na Reserva Ecológica de Itapuã. A pequena baía se transforma em uma pequena cidade flutuante onde a confraternização entre os barcos ecoa por uma noite magnífica.

Pôr-do-sol no Rio Guaíba visto do Clube Veleiros do Sul, em Porto Alegre. Foto João Paulo Lucena





Adicionar legenda

Ao despertar do sábado, véspera do Dia das Mães, mais de 50 embarcações partem em meio a neblina para a segunda e última perna do percurso, adentrando à Lagoa dos Patos sob a severa guarda dodo Farol de Itapuã.





Com a falta de visibilidade e o vento quase inexistente a navegação é feita por instrumentos e o que importa agora não é mais chegar na frente, mas sim participar e concluir o percurso.

No meio da tarde os barcos começam a chegar no fundeadouro do Clube Náutico Tapense, onde um um sol gostoso recebe a todos trocando o preto-e-branco da passagem pela Lagoa dos Patos pela característica profusão de cores das marinas no mundo inteiro.



Para mais informações e imagens sobre a III Regata-Cruzeiro Porto Alegre-Tapes vide http://www.popa.com.br/_2009/EVENTOS/POA-TAPES/noticias_poa-tapes_16mai09.htm.


Nenhum comentário:

Postar um comentário