quinta-feira, 17 de março de 2011

Vôo Livre: No Ninho das Águias I - A primeira vez a gente nunca esquece!

Visão da vela a partir da posição do piloto de paraglider.
Neste final de semana estive acompanhando a 2ª Etapa do Campeonato Gaúcho de Vôo Livre - Modalidade Paraglider, na espetacular rampa do Clube Ninho das Águias, em Nova Petrópolis, coração da nossa região serrana.

Nova Petrópolis/RS. Mapa: Wikipedia
O tempo estava espetacular e a minha função era de fotógrafo da equipe de gravação do Programa Adrenalina, captando imagens do making-off, da competição e do público.

Situado a 710 m de altitude no topo de um morro de onde se vislubra uma magnífica visão de vales, rios, morros e rochedos, tendo no horizonte as skylines de Farroupilha e Caxias do Sul, a visita ao local é imperdível para quem gosta do esporte, de fotografia ou simplesmente de cenários de tirar o fôlego.

Enquanto rolavam as gravações do programa fui aproveitando para captar detalhes dos competidores, do equipamento, do staff e do público que alegrava o evento, fortemente prestigiado pela população local.




Na bela sequência abaixo, dois interessados aprendizes de feiticeiro...





O Ninho das Águias é um local privado, com infra-estrutura básica para os praticantes de vôo livre, contando com lancheria, banheiro, internet wireless, torre de rádio e webcam permanente.








A visitação pública é permitida e as rampas de vôo constituem belos mirantes com uma visão panorâmica de 270 graus da região e do Vale do Rio Caí onde jovens e famílias costumam passar finais de tarde para apreciar o entardecer acompanhados de cadeiras de praia, cestas de piquenique e do tradicional chimarrão gaúcho.



No final do sábado o tempo fechou fazendo correr a platéia. De qualquer forma o horário das melhores correntes termais já havia encerrado e o fechamento da janela de vôo não prejudicou o campeonato.



Pessoalmente o Ninho das Águias terá para sempre um gostinho muito especial pois ali tive a minha primeira experiência em vôo livre, para captar as imagens de making-off da Ana Karina para o Programa Adrenalina.

Já tive algumas boas aventuras por aí mas confesso que "atividades aéreas" de qualquer espécie ainda não estavam no meu currículo...

Bom, mas surgiu a oportunidade e não pensei duas vezes! Os pilotos Coragem (nome perfeito para um praticante de vôo livre...) e Jonathan Aguiar Lima se ofereceram para nos conduzir em vôos duplos até a base do clube no Vale Real.

Para tanto não precisaria de nada mais além de me "clipar" com o Jonathan e fazer tudo o que ele mandasse: basicamente correr que nem um louco para frente e me jogar de cara no abismo quando a rampa terminasse!

Só isto... Beleza.. Mamãozinho com mel, como dizem por aí...

Os meus assessores especiais dando uma "força" para o pai antes do salto...
Foto. Débora Américo
Clipado no piloto Jonathan Lima. Foto. Débora Américo
Jonatan em outro vôo duplo. Em função da força do vento a ajuda para levantar a vela pode ser necessária.
Fácil? Que nada!

Eu estava bem tranquilo durante toda a preparação do equipamento e instruções do piloto. Mas na hora de - conscientemente - me jogar de olhos bem abertos abismo abaixo não houve o que desligasse o "modo proteção de vida" do instinto... E, claro, foi impossível evitar aquele frio na barriga, o coração disparado e a adrenalina a mil - tudo a ver com nossas gravações!

A Karina e o seu piloto (paraglider amarelo) saltaram na frente e em seguida fomos nós (no paraglider azul).

Foto: Gabriel de Azevedo Lucena (meu garoto!)
Aqui a visão espetacular desde o ponto de vista do "carona"...
Como o vento estava fraco o paraglider não obteve a sustentação imediata, durante a corrida anterior a salto. Por este motivo, ainda que durante uma fração de segundos, me senti caindo no vazio até que a vela inflasse e, com muita suavidade, fizéssemos uma grande curva para o alto acompanhando uma ascendente corrente termal.

A partir dali e pelos próximos 20 minutos foi PRAZER TOTAL. Um vôo tranquilo, silencioso, zen e totalmente confortável.

Autorretrato...

Como "carona" fiquei com as mãos livres para fotografar à vontade e, de acordo com as correntes de ar, íamos acompanhando o outro paraglider em meio a uma paisagem maravilhosa, planando sobre a floresta nativa e pequenas propriedades rurais, observando onde estavam os pássaros para buscar as melhores termais e assim prolongar ao máximo o nosso vôo.

Um pouco mais tarde pousamos tranquilamente na base do Clube Ninho das Águias no fundo do vale, em total segurança.

Karina e Corajem planando sobre o nosso paraglider.
Preparando o pouso...
E com os pés em terra novamente.
Se algumas belas imagens vieram na câmera fotográfica, o imenso prazer deste primeiro vôo e a sensação de tornar verdade o sonho de Ícaro por certo ficaram indelevelmente gravadas na minha memória.

Afinal, a primeira vez a gente nunca esquece!

Agradecimentos especialíssimos a Jonathan Aguiar Lima, piloto de Nova Petrópolis que me proporcionou esta incrível experiência.

Jonathan faz vôos duplos no Ninho das Águias.

* - * - * - * - *

Curtam aí mais algumas imagens especiais do final de semana.

A equipe de gravação do Programa Adrenalina planeja o trabalho em frente ao visual das rampas do Ninho das Águias.

Ana Karina Belegantt e Léo Sassen, apresentadores do Adrenalina.
Controlando a vela...



Vista do Ninho das Águias, ao fundo no topo do morro, desde a base de aterrissagem no Vale Real.

Os competidores conferem os dados de vôo gravados nos aparelhos GPS.
Estas informações é que definirão os resultados das provas.
Em breve postarei mais algumas fotografias selecionados do campeonato. Aguardem! (Veja AQUI a sequencia).

RESULTADO DA COMPETIÇÃO:

CATEGORIA OPEN

1º lugar: Donizete Lemos
2º lugar: Alfio Junior
3º lugar: Valdir da Rosa
4º lugar: Luciano Tcacenco
5º lugar: Jarbas Mello



CATEGORIA SERIAL

1º lugar: Jarbas Mello
2º lugar: Ricardo Majolo
3º lugar: Douglas Pagliarin
4º lugar: Vagner de Oliveira
5º lugar: Jorge Darcie



CATEGORIA SERIAL LIGHT

1º lugar: Vagner de Oliveira
2º lugar: Jorge Darcie
3º lugar: Lucio Dal Pozzo
4º lugar: Seledo Ermel
5º lugar: Guilherme Vianna Vacilotto



CATEGORIA EQUIPES

1º lugar: Voando Alto
2º lugar: Companhia do Ar
3º lugar: Farrapo



O campeonato organizado pela Federação Gaúcha de Vôo Livre - FGVL foi realizado na espetacular rampa do Clube Ninho das Águias, com apoio deste e da Prefeitura de Nova Petrópolis.

Agradecimentos especiais ao presidente da FGVL, André Lucena, o Socó, que além de eu descobrir ser um contra-primo distante, também nos abriu as portas da entidade e do Clube Ninho das Águias para as gravações e fotografias de vôo livre.


COMO CHEGAR:

O Ninho das Águias está a 4 Km do centro de Nova Petrópolis, com acesso pela BR-116 (direção Caxias do Sul), Km 181. Metade do caminho se dá em estrada de chão consolidada e com boa manutenção.


Visualizar Ninho das Águias - Nova Petrópolis/RS - Brasil em um mapa maior


IMAGENS:

Para as fotografias desta postagem utilizei uma câmera Canon EOS-1D MKII e kit de lentes de 17 a 400 mm. Todos os direitos reservados para texto e fotos. Proibida reprodução desautorizada.

2 comentários:

  1. Muito legal, JP! Faz milênios que eu me ensaio... Qualquer hora, vôo...
    Tuas imagens estão lindas!
    Teus meninos, mais ainda!
    abs!
    Cláudia Beylouni Santos

    ResponderExcluir
  2. parabens, irei prestigiar a apresentação do programa, parabéns pelos trabalhos...abraço
    Domenica Tcacenco

    ResponderExcluir