sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Viagem: As Aventuras de Egon no Irã - 14. No Deserto de Wadi Rum

"14. Egon no Deserto de Wadi Rum

Salaam alaykum,

Quando meu amigo beduíno Bahid, com sua roupa branca e lenço xadrez vermelho, se ajoelhou na direção de Mecca eu me lembrei de um antigo provérbio árabe que ele tinha me ensinado: “Quanto mais se vai para dentro do deserto, mais próximo de Deus você se sente”!

Olhando em volta de nós eu me dei conta de o quanto a paisagem era deslumbrante: formações rochosas de mais de 300m de altura emergindo verticalmente da areia amarela ou vermelha, de todos os formatos e desgastados pela ação do vento. Eu estava em um verdadeiro labirinto de vales e cânions com mais de 100km – extremamente magnético para a visão (e ao filme fotográfico também, hehehe...).

Foto: Egon Filter
Foto: Egon Filter
Foto: Egon Filter
Foto: Egon Filter
Entre estas montanhas existe uma especial: os “Sete Pilares da Sabedoria” – homenagem a Lawrence da Arabia. Dizem que foi de dentro deste deserto que ele e suas tropas árabes lançavam ataques de guerrilha às linhas férreas de suprimento do exército de ocupação turco entre 1916 e 1918 (iniciando, assim, a vitória final árabe).

Aqui e ali se viam alguns camelos (tecnicamente dromedários...) – e no calor de 38 C não me parecia possível que estivessem “pastando” pequenos tufos de capim seco. Seus grunhidos, reclamões, ecoavam nos paredões de pedra – e a sensação de isolamento nesta paisagem extra-terrena é imensa. Imagine que agora é outono e que no verão a temperatura aqui passa dos 50º C...

Foto: Egon Filter
Foto: Egon Filter
Foto: Egon Filter
 Dois beijinhos de despedida de Bahir (e só em mim, é de homem para homem – a Lu ficou sem...) e nos instalamos em um acampamento beduíno para a noite. Tirei 1.5 kg de areia de cada bota e logo nos chamaram para o jantar: pegaram as pás e começaram a cavar na areia: havia uma enorme panela enterrada! E, dentro dela, pedaços de cabrito deliciosos (parece que fica mais de 3h cozinhando enterrado). Muito bom!

Foto: Egon Filter
Foto: Egon Filter
Foto: Egon Filter
Foto: Egon Filter

 E, no silêncio da noite estrelada deste deserto da Jordânia, dormimos profundamente enfeitiçados pela magia de Wadi Rum...

Salaam alaykum (que a paz esteja com você, em árabe),

Egon

www.egonf.com

PS.: Uma cena desconcertante aconteceu após o jantar: com o som de um tambor e uma espécie de violão, os nativos cantavam e dançavam. Não tive dúvida: botei minha roupa de beduíno e fui também. E eu chamava a Lu para dançar comigo e ela não vinha e ainda fazia cara feia! ... demorou, mas finalmente ela me reconheceu e dançamos alegremente...

PS2.: E a maior visão foi a que tivemos ao nascer do sol na manhã seguinte: voamos em um balão por cima deste deserto maravilhoso – muito D+!!!"

* - * - * - * - *

(*) EGON FILTER é fotógrafo e correspondente exclusivo do Terra Australis. Tem suas imagens disponibilizados no site Images do Share


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário