terça-feira, 31 de maio de 2011

Livros: Back to the Wild - O retorno de Alexander Supertramp

Back to the Wild, o novo livro sobre Chris MacCandless.
Fonte: http://www.backtothewildbook.org/

Alexander Supertramp era o alter ego de Christopher Johnson McCandless.

Quem leu a história original "Death of An Innocent" publicada por Jon Krakauer em 1993 na Outside Magazine, leu o seu livro Na Natureza Selvagem (Into de Wild) ou, mais recentemente, assistiu ao filme de mesmo nome de Sean Penn, provavelmente vai se interessar em saber que os pais de Chris McCandless decidiram publicar um livro e um DVD com farto material inédito sobre a saga de seu filho.

Ambos os títulos vão se chamar "Back to the Wild" e trarão fotografias e partes originais do diário de McCandless. Já há inclusive um site oficial na internet, o Back to the Wild.

Último autorretrato de Chris MacCandless
no ônibus 142. Fonte: Wikipedia
Desde a primeira divulgação desta história na mídia a epopéia de Chris MacCandless foi conhecida por milhões de pessoas e o famoso ônibus Fairbanks 142, local do seu falecimento por inanição nos confins do Alaska, tornou-se uma meca de peregrinação de fãs do mundo inteiro.

A mítica que se formou em torno desta história não tem limites. Inclusive, em agosto de 2010 uma jovem suíça morreu afogada tentando cruzar um dos rios da trilha que leva ao velho ônibus.

Para marcar o lançamento do livro os pais de MacCandless viajaram até o ônibus 142 com algumas das pessoas que auxiliaram seu filho depois que ele, abandonando a própria identidade e cortando todas as relações com a família e amigos, lançou-se em uma jornada sem volta por locais selvagens dos Estados Unidos.

Quase 20 anos depois os pais de MacCandless, duramente criticados no relato de Jon Krakauer, encabeçam este projeto, salientando que todos os que nele colaboraram o fizeram de forma voluntária e que os resultados das vendas serão destinados à Christopher Johnson McCandless Foundation, que auxilia crianças ao redor do mundo.

Quando o corpo do jovem de 24 anos foi resgatado no final da Stampede Trail em 1992 com ele foram encontrados 5 rolos de negativos expostos e 113 anotações em um diário. Foi este o material original utilizado por Krakauer para escrever seus premiados relatos e que agora será entregue diretamente ao público.

Li Into the Wild ainda bem antes de ser lançado no Brasil. Me impressionei com a narrativa e gostei bastante da versão para o cinema de Sean Penn, ainda mais com a maravilhosa trilha sonora de Eddie Vedder.

Até acredito que Back to the Wild seja uma forma de exorcisar antigos remorsos familiares mas, de qualquer jeito, não deixa de ser uma maneira de requentar a história e espremer dela mais alguns muitos tostões.

O material deve ser lançado em breve nos EUA e ainda não há qualquer previsão para publicação no Brasil.

Veja AQUI o post que escrevi sobre Na Natureza Selvagem e confira abaixo o vídeo da visita de Billie and Walt McCandless ao ônibus 142 (logo após uma curta propaganda inicial).

10 comentários:

  1. você sabe se já chegou no Brasil?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já estamos entrando em 2012 e ainda sem notícias de uma edição brasileira...

      Excluir
    2. 2013 manda noticias mas nada ainda

      Excluir
  2. Boa tarde, JP Lucena. Você sabe como posso encontrar, se é que consigo, a versão em português dessa matéria de 1993 para a revista Outside? Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro leitor, infelizmente não conheço a existência de uma tradução para o português deste artigo, mas apenas a versão original encontrada na web. Um abraço e brigado pelo interesse!

      Excluir
  3. Eu comprei esse livro pela amazon e enviaram para o Brasil numa boa... demora mais ou menos um mes pra chegar, mas vem perfeito!

    Recomendo muito, para quem leu o livro e assistiu o filme, ver quem sao os personagem "reais" é muito legal.

    ResponderExcluir
  4. alguem ja sabe se tem alguma previsao de chegar ao brasil?

    ResponderExcluir
  5. sabe quando chega ao brasil? quero muito esse livro...

    ResponderExcluir
  6. 2015 acabando e quase 2016 e nada da versão brasileira... :/

    ResponderExcluir