segunda-feira, 11 de abril de 2011

Surfe: Três gerações celebram sua história no Festival Madeirite Trópico


No final de semana de 26 e 27 de março estive na Praia da Guarita, em Torres/RS, participando da cobertura do Festival Madeirite que homenageou representantes do surfe gaúcho das décadas de 60, 70 e 80.

Para quem não sabe o madeirite nada mais é do que o compensado naval, utilizado na fabricação das primeiras pranchas de surfe que chegaram ao país.

Longe de ser uma competição, o encontro organizado pela Trópico juntou três gerações de surfistas em um point considerados como um dos berços deste esporte no sul do país.

Surf na Praia da Guarita, Torres/RS, 1977.
Foto: Acervo Histórico Caldas Jr.
Para o encontro acorreram surfistas de todas as idades, hoje profissionais das mais diversas áreas, nomes conhecidos do empresariado como Jorge e André Johannpeter e Dado Bier, avôs, filhos, sobrinhos e netos levando juntos suas pranchas para o mar.




De pai para filho seguindo a tradição do surfe: Cristiano e Roberto Bins!


O tempo ruim no sábado não prejudicou aqueles que iam para a água e muito menos o entusiasmado público presente, composto também por amigos e familiares dos surfistas que de corpo e alma se esforçaram muito para que o festival fosse um grande reencontro de companheiros.

O mar cinza, a névoa e a garoa fizeram do primeiro dia uma amostra típica das condições do surfe no litoral do Rio Grande do Sul, não dando trégua para os fotógrafos e câmeras que cobriam a festa.


Para o encontro a Trópico mandou confeccionar réplicas de pranchas utilizadas nas décadas de 60, 70 e 80 de forma que os surfistas pioneiros e atuais se sentissem bem à vontade com os seus equipamentos preferidos.

Alguns desafios como colocar os últimos campeões para surfar com as grandes e pesadas pranchas de madeirite dos anos 60 e baterias de pais com filhos deram um toque bastante divertida a esta grande festa na orla de Torres que a partir de agora deverá se repetir anualmente.




O sábado foi com chuva mas não desanimou a galera...




 



E no domingo o sol abriu por instantes mas a chuva parou de vez!





 
 
Os surfistas dos anos 60, 70 e 80 com a família e amigos reuniram-se para uma foto histórica em frente à torre do meio na Praia da Guarita, em Torres.


E a turma presente homenageou no mais autêntico e tradicional estilo os pioneiros do surfe no Rio Grande do Sul, assim como no 1º Campeonato Gaúcho em1968...

Foto: Acervo Histórico Caldas Jr.
E no Madeirite Tropico em 2011...





A equipe do Programa Adrenalina esteve lá para cobrir a festa, com Ana Karina Belegantt e Leo Sassen...



As gerações dos anos 60 e 70 foram a grande atração do Festival Madeirite...



Na foto abaixo Marco Antonio Silva, Jorge Gerdau Johannpeter e Roberto Bins com seus madeirites em 1967...

Foto: Acervo Histórico Caldas Jr.
Em 2011 Marco Antonio não perdeu a forma...


Roberto Bins ainda é o menino da direita...

 

E Jorge Gerdau não trouxe a sua prancha mas prestigiou a toda a festa com amigos, filhos, netos e sobrinhos, deixando um belo depoimento para o Programa Adrenalina....


A velha guarda não se rendeu para as águas frias do litoral gaúcho, recebendo nos efusivos aplausos do público a grande homenagem para aqueles que introduziram o surfe no sul do país!

 


E para dar um toque no cenário, não poderia faltar uma autêntica Kombi surfista...


O festival Madeirite Tropico homenageou especilamente alguns personagens relevantes do surfe gaúcho com o Troféu Pioneiros, o qual foi entregue aos seguintes escolhidos nesta primeira edição:


Patrono: Mario Pettini
Pioneiros: Jorge Gerdau Johannpeter, Klaus Johannpeter e Frederico Johannpeter
Registro Histórico: Eduardo Kuhn e Manoel Tostes
Serviços prestados ao esporte e a comunidade: Zeca Scheffer (em memória)
Empreendedor pioneiro: Marco Aurélio Raymundo, o Morongo (Mormaii)
Competidor pioneiro: Paulo Sefton
Equipamento (prancha): Speedline
Mídia especializada: Quiver

E até o Madeirite 2012!!

IMAGENS: Para a captação das imagens foi utilizada uma câmera Canon EOS-1D e conjunto de lentes de 17 a 400 mm. Direitos reservados. Proibida reprodução desautorizada.


POSTAGENS RELACIONADAS AQUI NO TERRA AUSTRALIS:

Um comentário:

  1. Queria ter adquirido somente um pouquinho,da super inteligência e sorte desse ser,que é O Sr. Jorge Gerdau Johannpeter.

    ResponderExcluir