terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Familia Rodante rumo Chile 9: Mendoza a Vallecitos. Subindo a montanha

Centro de montanha de Vallecitos, Mendoza, Argentina.

Potrerillos, Provincia de Mendoza, Argentina

Trecho: 80 Km
Total da viagem: 2155 Km

Em 2009 eu a a Karina acompanhamos o Festival Internacional de Ice Climbing em Vallecitos, um centro de escalada, esqui e snowboard a 80 Km de Mendoza, ao pé do  Cordón del Plata, cadeia de montanhas integrante da Cordilheira dos Andes.

Este centro de esportes de montanha é composto por refúgios de montanha utilizados tanto na temporada de inverno quanto no resto do ano pelos praticantes de montanhismo, sendo procurado como local de preparação e treino por aqueles que desejam escalar o Aconcágua.

O acesso a Vallecitos é feito pela Ruta 7 até a localidade de Potrerillos, um pequeno centro de chácaras, campings e pousadas a 69 Km de Mendoza, e depois por um caminho de rípio (cascalho) que por mais 10 Km sobe a montanha até os refúgios.

Mapa para Potrerillos e Vallecitos a partir da cidade de Mendoza.
Por tudo isto e  também por ser um local de natureza majestosa, grande beleza cênica, propiciando clima de altitude e completo isolamento da vida urbana, é que escolhemos Vallecitos como a nossa primeira parada para descanso e lazer na rota entre Porto Alegre e o Pacífico e que, afortunadamente, coincidiu com a passagem de ano.

Nossa idéia de passar o reveillón em um verdadeiro refúgio de montanha andino a 2800 m foi quebrar completamente a rotina das festas de final de ano e propiciar às crianças o contato com um meio ambiente inteiramente novo e bastante distinto do cenário verde e tropical com o qual estão acostumados no Brasil.

E, ainda, como lição extra, aprenderem como é e como funciona um legítimo centro de montanhistas e escaladores, interagindo com pessoas de várias partes do mundo, visitantes, guias, porteadores, guarda-parques e representantes das mais variadas "tribos" de altitude.

Caminho de 10 Km entre Potrerillos e Vallecitos.
O trecho final é um zigue-zague por um caminho estreito que fica coberto pela neve durante o inverno.

Sequência dos refúgios ao sopé do Cordón del Plata.
Com as reservas feitas antecipadamente para dois pernoites no nosso velho conhecido Refúgio San Bernardo, incluindo a passagem de ano, passamos no supermercado Makro de Mendoza para o providenciar os mantimentos para levar para a montanha, pois optamos por preparar a nossa própria alimentação na cozinha compartida do hostel.

Adentrar finalmente na montanha em um belíssimo final de tarde serviu para entusiasmar as crianças com a mudança de escala em relação ao mundo em que estão acostumadas a viver, lembrando que o ponto culminante do Rio Grande do Sul é o Monte Negro, em São José dos Ausentes, com míseros 1400 m para os padrões andinos...

Com muita calma para curtir a paisagem como merecia, percorremos os 80 Km entre Mendoza e Vallecitos e chegamos no Refúgio San Bernardo ao cair da noite, deixando para trás as tórridas temperaturas do deserto argentino e trocando-as pelo gelado ar da montanha a 2800 m e 7ºC de temperatura.

Reconhecer o local, escolher os beliches, trocar a roupa de verão pela de inverno, jantar à beira da lareira, admirar as estrelas sob um céu límpido como cristal e enxergar quase 3 quilômetros abaixo as luzes das cidades na planície... Quem consegue dormir depois de tudo isso?!

A nossa Cápsula em frente ao Refúgio San  Bernardo depois de atravessar o deserto de San Luis e Mendoza.
(Foto celular)

Quem não gostaria de dormir em um beliche triplo e feito de troncos?? Eu sim!
(Foto celular)

No próximo post o ano novo na montanha e mais informações sobre os refúgios de Vallecitos...


DICA:

Potrerillos. Se você vai subir para Vallecitos e não passou no supermercado em Mendoza, pode comprar mantimentos de primeira necessidade em um pequeno armazém no vilarejo de Potrerillos, onde também há um posto de combustível YPF.


Nenhum comentário:

Postar um comentário