quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Viagem: As Aventuras de Egon no Irã - 6. Nas estradas iranianas

"6. Egon nas estradas iranianas

Sob bekheeyr (olá, em farsi).

Antes de mais nada quero declarar sobre a qualidade das estradas iranianas: 10 x 0 em relação às do Brasil – é isso mesmo! A razão é que até1979, sob o regime do Shah Pahlavi uma parte dos petrodólares eram investidos em obras de infraestrutura pelo Pais afora (a outra parte parece que “desaparecia” misteriosamente...).

Viajar sobre o platô iraniano do Oriente Médio é como viajar nas costas de um enorme crocodilo, com montanhas e cordilheiras recentes criadas pelo movimento das placas tectônicas – aqui no Irã ocorrem terremotos diariamente, a maioria não são nem sentidos.

Praticamente tudo é desértico, com suas tonalidades ocres variando muito pouco (exceto por um ou outro deserto de sal, completamente branco). Pela janela da van sempre somos acompanhados pelas indefectiveis linhas de transmissão de energia elétrica – todo fotografo de natureza odeia fios e postes de elétricos...

E, com músicas persas nos alto-falantes, a paisagem ia passando na janela ao longo das centenas de quilômetros que jah percorremos, com eventuais campos de trigo, girassol, batata, romã, figo, oliveiras e pistachio. Alias, o mesmo pistachio que íamos roendo o tempo todo na van – só falta a cerveja...

Aqui e ali, em estradas próximas da fronteira com o Iraque, algumas baterias de artilharia anti-aérea... brrrr

Deu um medinho quando estávamos entre Kerman e Rayen, já próximo ao Afeganistão: vindo do deserto, um enorme dust-devil (parece um tornado de poh) de cerca de 15m de diâmetro e pelo menos 200m de altura girava furiosamente ao lado da estrada, atirando areia, pó e pedras para todos os lados – vinha na nossa direção e quase atingiu a van... ufa, foi por pouco esta...

Khoda hafez (tchau em farsi),

Egon"
* - * - * - * - *

(*) EGON FILTER é fotógrafo e correspondente exclusivo do Terra Australis. Tem suas imagens disponibilizados no site Images do Share.

Nenhum comentário:

Postar um comentário