segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Aparados da Serra/Canionismo: Mistério - Corpo é encontrado no Cânion Itaimbezinho

Cânion Itaimbezinho - Foto: João Paulo Lucena

O Jornal Zero Hora de Porto Alegre noticiou hoje que foi encontrado um cadáver em estado de decomposição na base da Cascata Véu de Noiva, no Cânion do Itaimbezinho, principal ponto turístico do Parque Nacional de Aparados da Serra, na divisa dos municípios de Cambará do Sul/RS e Praia Grande/SC.

O Itaimbezinho é um cânion (ou desfiladeiro) situado no Parque Nacional de Aparados da Serra, no Rio Grande do Sul, Brasil, a cerca de 170 km ao nordeste de Porto Alegre, exatamente sobre a fronteira com o Estado de Santa Catarina.

O cânion tem uma extensão de 5,8 km, com uma largura máxima de 2 km e uma altura máxima de cerca de 700 m, sendo percorrido pelo arroio Perdizes. Além deste, existem outros cânions, tais como o Cânion Fortaleza, Cânion Malacara e o Cânion da Pedra.

Segundo o jornal o analista ambiental Magnus Machado Severo afirmou que o local onde o homem foi encontrado tem seu acesso proibido para a prática de trekking e visitação, não podendo informar como e quando o morto teria ingressado no parque.

O corpo estava sem qualquer documento de identificação e foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Araranguá/SC em adiantado estado de putrefação, estimando-se que já estivesse no local há cerca de cinco meses.

Cânion do Itaimbezinho e o centro de visitantes desde o alto. Foto: Renato Grimm.
Conforme a Rádio 88.9 FM de Santa Catarina ainda não há identificação do corpo. Amostras de material foram coletadas no cadáver para exame de DNA. Caso não haja identificação formal por parentes ou amigos, dentro de 30 dias o corpo será sepultado como indigente.

A notícia também foi publicada no Jornal O Pioneiro, de Caxias do Sul/RS.

6 comentários:

  1. Olá pessoal, TERRA AUSTRALIS, gosto muito das informaçãos que vcs nos dão, são bastante uteis, porém como sou um cara que gosto muito de dar uma olhada na pagina de vcs, e não gosto de informações erradas e distorcidas que podem desvalorizar as suas fontes bem como um todo. Bem a onde quero chegar vcs citaram o canion da pedra que canion é esse??? Não há C. da Pedra! E também o C. Itaimbezinho q esta dentro do parque, faz divisa com a cidade de Praia Grande SC, ao qual nem citaram na porquê? Nem vou citar da onde veio os bombeiros.
    Bem galera gostaria que nas próximas noticias vcs fossem mais cuidadosos ok um abraço....

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Tarde Gente!!!
    Quero apenas esclarecer alguns detalhes....O canyon da Pedra é o canyon mais ao norte do Parque Nacional da Serra Geral, canyon vizinho ao canyon Fortaleza. Sua borda superior fica no municipio de Cambará RS e o seu interior fica no municipio de Jacinto Machado SC.
    Quanto ao corpo encontrado no Canyon Itaimbezinho o mesmo foi encontrado na base da cascata Véu de Noiva e não na cascata das Andorinhas no municipio de Praia grande SC.
    E o Itaimbezinho não fica proximo a fronteira dos estados do RS e SC ele é a fronteira dos estados, sua borda superior fica em Cambará RS e seu interior em Praia Grande SC.
    E no mais desculpem a Intromissão...
    Abraços, Sérgio

    ResponderExcluir
  4. João Paulo Lucena disse...
    Prezados "Anônimos", obrigado por acompanharem o blog! Respondo aos dois.
    A notícia do encontro do cadáver foi feita pela imprensa, sem qualquer referência a quem o encontrou ou quem efetuou os resgate, mas apenas ao Instituto Médico de Identificação de Criciúma/SC. Daí não haver qualquer citação do corpo de bombeiros. A Cascata correta é de fato a Véu de Noiva. Fiz a correção. A referência a Cambará do Sul/RS se deveu ao fato de que a portaria principal do parque e o seu endereço oficial se encontram neste município e não no de Praia Grande/SC. Se considerarmos que o limite estadual entre o RS e SC é a borda superior dos cânions e dos penhascos, pode-se dizer que o corpo foi encontrado no seu interior e, portanto, em Praia Grande/SC. Sobre o Cânion da Pedra: existem muitos acidentes geográficos ainda sem denominação oficial. Os cânions dos Aparados da Serra costumam ter um nome popular ou o mesmo do curso d´água que o atravessa, como o caso do Cânion Malacara. Outros sequer possuem nome. O Cânion da Pedra está referenciado no Plano de Manejo do Parque Nacional da Serra Geral como aquele atravessado pelo Rio da Pedra, servindo como parte da marcação do limite norte da unidade. Por não possuir qualquer denominação oficial, adotou-se como nome do cânion o mesmo do Rio da Pedra durante os trabalhos de levantamento de pontos de interesse no PNSG feitos pela Associação Cânions da Serra Geral - ACASERGE, entre 1998 e 2005, em colaboração com o IBAMA e a empresa Sócio Ambiental, responsável pela elaboração do plano de manejo. Algumas pessoas também o Cânion da Pedra como "Boneca", considerando seu o formato visto do alto. Mas, em realidade, ele não possui qualquer denominação oficial constante em mapas ou cartas topográficas. Obrigado pela colaboração dos dois e continuem sempre ligados no blog! Abraço, João Paulo

    ResponderExcluir
  5. Olá João,

    Por falar em correção, obrigado pela sua la no caminho do Sul, foi feito.

    Òtimo seu blog tambem!

    Grande Abraço

    Jeandro Garcia

    ResponderExcluir
  6. Todos esses cânions da região(Josafá,Itaimbezinho,Índios Coroadas,Malacara,Churriado,Fortaleza,Canion da Pedra, Cambajuva,Rocinha,Amola-Faca,Boa Vista,Monte Negro e Cruzinha) possuem a borda como a fronteira dos estados ,então na parte de cima pertence ao RS e os paredões e na parte de baixo pertencem a SC.

    ResponderExcluir